Busca avançada





Roseni Lima de Oliveira

Vigilante

26/12/1957

Rio de Janeiro / Rio de Janeiro Brasil

Informações Pessoais

Roseni Lima de Oliveira é filha de Adevanir de Oliveira personagem importante na história da favela Nova Holanda, na Maré. A família vivia na favela do Esqueleto, no bairro do Maracanã, zona norte do Rio, desde o final dos anos 1940. A favela existiu até os anos 1960, no terreno que hoje abriga a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) quando foi implantado, pelo então governador do estado da Guanabara, Carlos Lacerda, o Programa de Remoção das Favelas que tinha como objetivo transferir a população pobre, para os subúrbios da cidade. A maior parte dos moradores do Esqueleto foram removidos para o conjunto habitacional Vila Kennedy e assentados na favela Nova Holanda. Roseni foi criada pela avó paterna, Sebastiana de Oliveira, e a família chegou à Nova Holanda, em 1962. Seu pai Adevenir e amigos fundaram o bloco “Unidos da Nova Holanda’, que, na década de 1970 passou a se chamar “Mataram meu Gato”. Inscrito na Federação dos Blocos de Carnaval do Rio de Janeiro, virou escola de samba, com o nome de “Gato de Bonsucesso”, na década de 1990. A família sempre esteve envolvida na agremiação e Roseni enfatiza que “foi filha, irmã, prima, esposa e mãe de presidente do ‘Gato’”. Como carnavalesca, é autora dentre outros, dos enredos “O Mundo Encantado da Criança” e “O Gato conta e encanta com a Estrela, Renato Lage”, que desfilou na Estrada Intendente Magalhães no Carnaval de 2004, e que deu ao “Gato” a 3ª. Colocação no Grupo D.


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+