Busca avançada



Criar

Imagem

O candidato Lula

Sinopse

Em sua casa, Fernando Brant conversa com Murilo Antunes em encontro sobre políticas culturais. À esquerda, o então candidato à presidência, Luís Inácio Lula da Silva. Após 29 anos sem eleições diretas para presidente, as eleições de 1989 foram o marco para exaltar e “acordar” os sentimentos patrióticos do povo brasileiro. Ano histórico de disputas acirradas e influências torpes. O segundo turno desta referida eleição foi representado por Lula, Candidato pelo PT e Fernando Collor de Melo pelo PRN. Fernando Brant, como um dos principais lutadores contra a ditadura militar e contra a impossibilidade de se expressar, observava que eram novos tempos, onde o povo começaria a ter o poder de empunhar a bandeira do seu candidato e bradar nos comícios dos centros das cidades buscando uma identidade política para si. O fenômeno eleitoral das eleições de 1989 foi palco de ânimos alterados, falsidades, busca de poder político e principalmente fruto da falta de treino e do analfabetismo político do povo brasileiro, que há 29 anos tinha sido conduzido a uma ordem eleitoral despótica.

Tags

Outras informações

Local: Belo Horizonte, MG.
Ano:1989
Creditos: Fernando Brant



Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+