Busca avançada



Criar

História

Uma Vida de Lutas e Alegrias

História de: Maria dos Prazeres
Autor: Lia Cristina Lotito Paraventi
Publicado em: 24/11/2019

Sinopse

D. Maria dos Prazeres, mulher de muita fé, brincou muito na infância, mas também trabalhou muito para ter seu próprio comércio e criar seus dois filhos, após a morte de seu marido.

Tags

História completa

Maria dos Prazeres, tem 60 anos, nasceu em Recife, no bairro de Casa Amarela- Vasco da Gama. Brincava todos os dias de pega-pega, Cuscuz da véia, Barra Bandeira e Cademia (Amarelinha). Estudou na Escola Vasco da Gama, e parou na 4ª série, mais conhecido como 5º ano. Começou a trabalhar muito cedo, primeiro na feira como camelô, vendendo roupas e quem fazia as roupas era a sua mãe. O nome do pai era José Luís dos Prazeres e a mãe se chamava Margarida Mendonça dos Prazeres. Depois, ela foi ser balconista numa padaria da irmã dela, onde conheceu o marido, Se casaram numa igreja, porque era muito importante se casar na igreja. Os pais dela eram muito católicos. Ela teve uma filha chamada Margarida e depois teve um filho chamado Júnior. Passou 7 anos pagando aluguel de casa e do comércio dela. Colocava as crianças embaixo do balcão para poder trabalhar. Zelava pela educação dos seus filhos, que agora são formados: Margô se formou em direito e Júnior em educação física. Ficou viúva, criou os filhos com muita luta e com muita luta ela conseguiu o que mais queria: seu comércio e os filhos formados. O mais importante para ela foi a educação de seus filhos e não deixou de ter fé e esperança. “Deus faz a gente passar pelas provas para no fim poder contar a história.”, disse D. Maria dos Prazeres

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+