Busca avançada



Criar

História

Um Ser divino incompreensível

História de: Thiago Pereira Diniz
Autor: Thiago Pereira Diniz
Publicado em: 25/11/2021

Tags

História completa

Bom... vamos lá! Meu nome é Thiago Pereira, tenho 18 anos e aqui venho relatar alguns acontecimentos ruins que ocorreram na minha vida. Há dois anos eu me via em uma situação difícil. Minha saúde mental se encontrava em declínio. Algumas situações fizeram-me adentrar em uma tristeza incondicional, me tornando alguém depressivo, de baixo astral. Foram momentos difíceis, com problemas familiares, problemas em relações amorosas, problemas na escola, estudo, vestibular, responsabilidades começando a surgir, tudo acontecendo no mesmo momento na minha vida e eu só conseguia pensar "eu não vou conseguir", "eu só quero desistir", pois tudo isso era muito desgastante para eu, que fui sempre uma pessoa bem sozinha, distante e tive sempre que lidar com tudo sozinho. Eu sei que muitas pessoas se sentem como eu me senti naquela época. Aqueles acontecimentos trouxeram mudanças, medos e inseguranças que permanecem até hoje, comigo, tentando sempre melhorar e com a esperança de me curar algum dia desses traumas. Foram momentos difíceis, momentos em que eu tive diversos questionamentos. Às vezes chegava a me perguntar "será que Deus realmente existe?". As pessoas me falavam que Deus é bom e todo-poderoso, mas será que era mesmo? Eu costumava me questionar, pois, parecia que nunca obtinha uma resposta para dissipar as minhas dúvidas. Foram longos dias sem ter nada para saciar essas minhas curiosidades sobre Deus. Uma mente imatura nunca consegue entender com profunda destreza todo um conhecimento. Foi quando eu cheguei a uma breve conclusão, com base nas minhas reflexões, que Deus é sim bom, Deus é sim todo-poderoso. Após chegar em minha dedução pessoal, comecei a ter forças para continuar. Comecei a ter forças para seguir. As pessoas que caminhavam ao meu lado se questionavam como eu conseguia me levantar, como seguia em frente mesmo com tantos obstáculos e então eu dizia que Deus é "estranho". Ele é sim bom, ele é todo-poderoso, ele deixa a vida seguir, o fluxo das coisas seguirem em diante como um barco em um lago, sem interferir de maneira bruta, no entanto, tudo que acontece é por sua vontade. Então eu entendi que Deus é bom e todo-poderoso, mas também é incompreensível. Deus é grande demais, para alguém tão pequeno como eu poder entender. Não há chances de um cérebro humano compreender tamanha grandeza de um ser divino. Então eu percebi que por mais que eu tentasse, nunca poderia compreendê-lo. A partir desse momento, eu comecei a seguir com mais convicção, pois sabia que havia um Deus bom e todo-poderoso ao meu lado. Eu não precisava compreendê-lo, apenas saber que a sua existência nunca me deixou e que seus atos estão além do meu entendimento. Eu não sou uma pessoa religioso, muito pelo contrário, só estou relatando uma opinião minha, uma reflexão e um conceito que cheguei sozinho através de situações da minha vida.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+