Busca avançada



Criar

História

Sonhos Pequenos

História de: Daniele Padovani Emílio de Oliveira
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 08/01/2013

Tags

História completa

Minha infância eu passei em Botucatu, só vim pra São Paulo em 2007. Eu tive várias casas de infância. Duas em especial: a casa de pedra e a casa verde. Nas duas tinha pomar e nelas eu brinquei bastante. Como não tinha piscina, a gente ligava o esguicho e ficava se molhando; eu e minhas duas irmãs. As outras brincadeiras, com outras crianças eram já na escola. Tinha mola, flup – que era uma bolinha peludinha -, bilboquê. Eu me lembro de ser uma criança muito sozinha; eu brincava com outras crianças, mas lembro de estar sozinha, não me sentia pertencente. Quando eu mudei pro colégio de freiras, meus pais se separaram e aquilo não era bem visto, como se fosse uma doença. Eu adorava sondar aquele colégio, estar onde ninguém estava. Era curiosidade de ver onde as freiras dormiam, esse tipo de coisa. Na época Botucatu não é muito diferente do que é hoje. É uma cidade pequena que, apesar de ter mudado, continua com a liberdade de brincar na rua, andar a pé, essas coisas. Isso é uma coisa que me falta em São Paulo, andar segura na rua. Quando eu era pequena a gente fechava a rua para poder brincar: jogava vôlei, por exemplo. Na infância eu sonhava em ser muita coisa. Eu quis ser de tudo. Na época da Eco 92 eu quis fazer Ecologia. Depois me envolvi na área da saúde, o que acabou por guiar a minha busca por Educação Física. A locução veio pela necessidade de me comunicar. Mas eu nunca tive apenas um foco, eu quis ser muita coisa, sempre tive muito interesse. Mas isso também vem de ter muitos mundos abertos pelas bibliotecas que meus pais me levavam, porque eles me incentivavam muito à leitura. A história que eu e minhas irmãs mais gostávamos era a da formação do homem e da mulher, a do sopro de Deus, da criação. Eu nunca fui muito ambiciosa, mas quando eu estava fazendo Educação Física eu pensei em ser uma grande professora acadêmica. Mas fui percebendo que o pessoal da área acadêmica não tem muita vida particular. Eu tenho que ter muitas. Por isso agora os meus sonhos são pequenos. Quero viajar, aprender línguas. Tudo o que eu gostaria de fazer eu faço para que se concretize.
Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+