Busca avançada



Criar

História

Sonho de mãe: ver o filho bem

História de: Delmira Marques
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 03/11/2021

Sinopse

Dona Delmira só deseja conseguir um tratamento para seu filho, Valter, diagnosticado com dermatite atópica. Em busca de uma solução, já tentou diferentes abordagens: clínicas, tratamentos alternativos, curandeiros e afins. Essa é uma história do amor incondicional de uma mãe que só quer ver o filho bem.

Tags

História completa

Eu falo para ele: “Reage meu filho, vai à luta! Você escolheu a parte mais fácil: entrar embaixo do seu edredom”. Eu sou mãe e quero ver o filho bem. Será que é um cuidado excessivo? Você não faria isso pelo seu filho? Sou mãe e faria qualquer coisa para tirá-lo dessa situação.

Quando nasceu, o Valter chorava tanto! Chorava dia e noite e as vezes eu pedia para o pai, Joaquim, ficar com ele, pois eu não conseguia aguentar. Eu tinha medo de ficar só, eu tinha medo de tudo. E aí eu pedia para o Joaquim ficar acordado, ele tinha que ficar acordado olhando para o menino e para mim, para eu poder dormir, descansar um pouco.


Valter sempre exigiu muitos cuidados, eu não sabia se ele tinha alguma dor, também não tinha o conhecimento para dar algum remédio. O pediatra sempre fazia exames, mas nunca tinha nada. Foi só na adolescência que começaram a aparecer as questões da pele.


A primeira crise foi muito forte. Ele coçava e a pele saía, tínhamos que trocar os lençóis constantemente. Só então médico passou o diagnóstico: dermatite atópica.


Eu queria achar alguma coisa que curasse o meu filho. Busquei tratamentos alternativos, curandeiro e afins. Uma vez ele estava em uma crise e me indicaram uma benzedeira. O que a mulher fez? Deu banho de pinga com arruda. O menino começou a gritar e eu saí de lá direto para o hospital. Ia falar para o médico que eu tinha feito isso? Não ia falar. Busquei todas as alternativas possíveis e impossíveis, médicos de todos os lugares, médicos particulares, clínicas, dermatologistas. Nunca medi esforços, mesmo que tivesse que pagar uma consulta cara, eu ia atrás. Sempre fui.


Certa vez fui em um dermatologista, mostrei as fotos dele e o médico comentou comigo: “Olha, o meu sócio é o chefe da equipe de dermatologia lá da Fundação de Santo André. Aqui está aqui o e-mail e o telefone. Marque uma consulta!” De imediato a secretária me deu o retorno. Hoje, Valter está sendo bem atendido, bem acolhido e se sentindo bem. Sou mãe, quero vê-lo bem.


Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+