Busca avançada



Criar

História

Seu Zé Ico e seu sonho de viver

História de: Seu Zé Ico
Autor: Susane Karina Torres Ganeo dos Santos
Publicado em: 11/11/2021

Sinopse

Seu Zé Ico é agricultor e comerciante no bairro de Ibitiruna. Ele gosta de participar de tudo desde sempre. Já foi até entrevistado pelo Jornal de Piracicaba, com sua abóbora de 30kg.Ele guardou a foto desse momento e também outras fotos publicadas que mostram a escola, a igreja e o cemitério em décadas passadas.

Tags

História completa

Seu Zé Ico e seu sonho de viver. José Rodrigues da Rocha Sobrinho nasceu em 24/10/1949, em Piracicaba, município do interior de São Paulo. Ele é um agricultor como eram seus pais e comerciante do Bar Zé Ico, no bairro Ibitiruna, na área rural de Piracicaba. O nome de seus pais eram Maria Délia Rodrigues e Alfredo Rodrigues da Rocha Filho, e seus irmãos se chamam Renato e Francisco, mas infelizmente Renato é falecido. Sua esposa se chama Isabel Teixeira da Rocha, eles se casaram há quarenta e oito anos atrás, dia vinte de fevereiro. José teve um casal de filhos que se chamam: Rosana Teixeira da Rocha e Ronaldo Teixeira da Rocha. Rosana tem cerca de 42 anos e é a mais velha do que seu irmão Ronaldo, de 37 anos. O apelido dele é Zé Ico, porém ele não sabe o motivo do apelido Zé Ico. Quando pequeno, ele tinha um cachorro chamado Tutão e o cachorro tinha costume de caçar veados no mato. A casa do Zé Ico era feita de pau a pique, modelado com o barro. Ele não tinha brinquedo de hoje em dia, mas se divertia indo para a escola e com outras coisas, como bola, pião e bolinha de gude. Nessa escola não tinha merenda e Zé Ico não lembra o nome dela porque faz muito tempo que ele estudou lá. Ele tinha muitos amigos na escola e ia para a escola cedo. Também chegou a estudar depois, no horário das 12hs. Também gostava de matemática, pois era sua matéria preferida...gostava de trabalhar, dançar, caçar e “participava de tudo” disse Zé Ico. A partir dos quinze anos ele já podia sair de noite sozinho. Quando era jovem ele trabalhava numa fábrica de vassoura, e o seu segundo emprego foi na Usina Costa Pinto. Hoje ele um é um comerciante e um agricultor. Ele é um bom agricultor que até conseguiu cultivar uma abóbora de 30kg. Essa abóbora foi até fotografada por causa de seu tamanho pelo jornal de Piracicaba, em 29 de setembro de 2010. Viajou para o Paraguai e depois conheceu pessoas estrangeiras. Seu sonho é “viver mais” disse Zé Ico. Ele também disse que está realizando esse sonho, e a coisa mais importante para ele hoje é: viver! Ele gostou de ser entrevistado pela turma do 5ºA e se sentiu bem ao ser entrevistado. Ele trouxe até três jornais que guardou de memória: tinha uma foto de quando cultivou a abóbora, uma foto da escola, da igreja e do cemitério de Ibitiruna de alguns anos atrás.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+