Busca avançada



Criar

História

Sabores da minha memória

História de: Angela
Autor: Angela
Publicado em: 30/08/2020

Sinopse

Com o passar dos anos, coleciono lembranças de sabores que levarei comigo para sempre...

Tags

História completa

Uma pequena coletânea de delícias que ficaram na minha memória. Eu sempre tive memórias de sabores que marcaram a minha vida e me trazem boas recordações. Resolvi fazer uma lista e publicar: Para quem conheceu a loja de departamentos SEARS, o amendoim quentinho era um clássico ! A comida da minha mãe ficará no meu coração para sempre. Tudo o que ela fazia era com amor e carinho transformados em sabor. Uma vez, eu estava em Campinas com minha mãe, minha irmã e minhas sobrinhas, quando paramos em uma churrascaria muito simples e de entrada veio uma salada de rúcula com um tempero que jamais experimentei até hoje. Lembro que em uma viagem para a Disney em 1993 vi um doce de morangos e não comi, em 94 ao levar minha mãe de 72 anos e minha tia de 77 para conhecerem os parques, encontrei o mesmo carrinho vendendo o tal doce e matei a minha vontade. Nessa mesma viagem, fomos almoçar no Alfredo Di Roma e me deliciei com a pasta Alfredo que eu havia provado no ano anterior! Quando eu era criança, gostava de comer o arroz que minha vizinha Suzana fazia com tomate e mais tarde, minha grande e saudosa amiga Maria Helena, filha dela fazia um frango com molho escuro que só ela sabia fazer! Já mais velha, tinha um namorado que me trazia fios de ovos com Marshmallow de uma lanchonete chamada Lareira que não existe mais. E por falar em namorado, eu tenho boas lembranças de um relacionamento que tive e dos nossos jantares, especialmente do Pollo al Limone com pasta, que o chef Alencar fazia para mim! Voltando à infância, a machadinha branca e rosa que era vendida na porta da escola onde estudei é inesquecível! Meu pai costumava trazer da cidade balas PIPO e uma caixinha de fósforo da Kopenhagen, cheia de palitinhos de marzipan... Na adolescência ao frequentar a Fazenda Promissao em Leme, eu me deliciava com uma fruta chamada ABIO! E já quando trabalhava, comi um macarrão com camarão em um restaurante na cidade que ficou na memória! E pra terminar, o pé de moleque que minha amiga de 94 anos D.Nilda, ainda fez neste ano para mim, não tem igual! Estes são alguns dos sabores que resgatei com água na boca ao escrever este texto. E você? Quais são suas memórias gustativas?

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+