Busca avançada



Criar

História

Roda, ciranda e a chuva de granizo

História de: Maria das Dores Duarte
Autor: Memória Local na Escola - Imbituba, 2015
Publicado em: 10/12/2015

Tags

História completa

Maria das Dores Duarte Maria das Dores Duarte nasceu em Aratingaúba, no município de Tubarão, no dia 26 outubro de 1938. Estudou até a quarta série e gostava muito de brincar de roda e ciranda nas horas vagas, pois trabalhava com seu pai na lavoura desde seus 8 anos. Mariazinha, como era chamada pelos irmãos, cresceu e continuou os estudos, querendo então ser professora. Porém seu pai não concordava, queria que ela fosse dona de casa. Maria das Dores não desistiu de seu sonho até realizá-lo e então tornou-se professora até se aposentar.

 

Mariazinha viveu com seus pais e seus irmãos até que encontrou um jovem com o qual se casou e teve oito filhos. Dona Maria passou por uma enchente na cidade onde morava, então mudou-se para Imbituba, onde sofreu com a chuva de granizo. O bairro onde morava era simples, com poucas casas e uma pequena escola, mas Maria se sentia feliz com sua família e seus alunos. Já faz mais de 40 anos que ela vive em Imbituba. Exerceu sua função de professora e contribuiu para a memória local do município.

 

Excerto editado a partir do texto coletivo dos alunos da professora Célia Maurília da Silva Pacheco, 4º ano 2 da Escola Municipal Basileu José da Silva.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+