Busca avançada



Criar

História

Prevenção dentro do projeto pedagógico

História de: Elizabeth Pacanaro
Autor: Ana Paula
Publicado em: 15/06/2021

Sinopse

Entrevista com Elizabeth (Pacanaro?) fala da sua experiência com os programas “A prevenção nas escolas” e “A comunidade presente”.

História completa

Projeto O presente da prevenção na escola Realização Insituto Museu da Pessoa Depoimento de Elizabeth (Pacanaro?) Entrevistada por Jurema de Carvalho São Paulo, 6 de novembro de 2001 Código: FDE_CB027 Transcrito por Cristina Eira Velha Revisado por Marconi de Albuquerque Urquiza P/1 - Boa tarde. Por favor, seu nome completo, local e data de nascimento. R - Meu nome é Elizabeth (Pacanaro?), nasci em _______, no dia 21 do setembro de 1957. P/1 - Elizabeth, a gente queria que você falasse um pouquinho sobre os dois projetos que estão sendo discutidos hoje, que são "A prevenção nas escolas" e "A Comunidade presente". Fala um pouquinho dos projetos e da região de vocês, o que está sendo feito. R - Os dois projetos se encontraram de uma forma peculiar na minha diretoria. Porque na minha região, a diretoria de educação Sul-2 do estado de São Paulo, ela abrange os bairros de maior incidência de violência da capital: Jardim ngela, Capão Redondo, Parque Santo Antônio. Então, no início do projeto prevenção, metade das nossas escolas foram capacitadas. E como foi de um efeito bastante positivo, o projeto retornou com mais força e o restante das nossas escolas foram capacitadas. Então, nós temos 80 escolas na diretoria de ensino e as 80 estão inseridas no "Prevenção". E, por conseguinte, no "Comunidade presente". Eu vejo muitos aspectos positivos. Que o "Prevenção", ele veio fazer com que as pessoas se olhassem e se sentissem, desde o primeiro momento. E, por estarmos em uma região bastante violenta, ele leva as pessoas a uma reflexão. E há uma mudança de postura. Então, feliz também ficamos quando veio o "Comunidade", que trouxe...ao invés de dividir, somou forças. Então, eu vejo, assim, de uma forma bastante positiva, as escolas estão bastante envolvidas. E eu vou repetir a fala de um coordenador, que eu considero bastante importante quando nós estávamos na discussão desses projetos. Falávamos do projeto pedagógico, da importância da escola ter um projeto pedagógico, e aí falamos do projeto "Prevenção". Ele disse: "Este nós nem chamamos mais de projeto 'Prevenção', porque ele já está inserido no nosso projeto pedagógico". Então, isso é um avanço interessante, porque as escolas começam a perceber que as ações desse projeto já estão incorporadas no projeto pedagógico. Pela nossa região, é bastante positivo. P/1 - O que é valorizar a vida nas escolas da sua região? R - É preservar mesmo [risos]. Em primeiro lugar. Mas creio que perpassa essa observação do que é uma vida mesmo, do que é ser uma pessoa. Talvez seja o primeiro passo, o que é ser uma pessoa, um ser humano, inteiro. P/1 - Você teria alguma sugestão para acrescentar, alguma coisa que poderia ser feita nesses projetos, para a melhoria deles? R - Eu acho que poderíamos... eu acho que um passo já foi dado, que foi essa incorporação ao projeto pedagógico da escola, que foi muito importante. E que foi um processo até que demorado nas outras diretorias. Eu acho que estarmos mais efetivamente juntos, porque essa troca é muito boa e ajuda o grupo a se fortalecer. P/1 - Está certo, então. A gente agradece demais a colaboração sua e da sua equipe. R - Obrigada. -- FIM DA ENTREVISTA --
Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+