Busca avançada



Criar

História

Por Hoje Não!

História de: Mariana Nena Domingos
Autor: Mariana Nena Domingos
Publicado em: 18/09/2019

Tags

História completa

As pessoas esperam que eu conte uma história no qual vai ser algo maravilhoso, mas não eu estou aqui para contar algo que marcou a minha vida dessa forma. Quando tinha 17 anos, uma menina nova cheia de sonhos e com pensamentos totalmente de conto de fadas, sim eu tinha esse pensamento com essa idade. Fui criada em uma família de classe média e sempre fui bem amada pelos meus pais que de fato sempre foram super-protetores.

 

Havia saído de um relacionamento há pouco tempo, bem preciso 2 meses, e depois desse tempo conheci um menino chamado Bruno. Ele era amigo dos meus primos e então não tive medo ao me relacionar com ele, fomos nos conhecendo aos poucos e até que um dia começamos a namorar.

 

No início do relacionamento era as mil maravilhas, até chegar o ponto dele ter tanto ciúmes que começou a me agredir, chegou no ponto de não poder mais ter meus amigos, chegou ao ponto de não poder conversar com as pessoas da minha família, na qual ele não ia com a ''cara'', e foi desde então que os pesadelos só começaram.

 

No dia 26 de julho de 2016 fui a casa do Bruno para comemorarmos mais um mês juntos, almoçamos juntos, brincamos e tudo mais. Neste dia sua mãe estava conosco em casa, pois ela era viúva e não curtia sair muito, então a maioria das vezes ela sempre estava conosco em sua casa. Ela foi para o seu quarto dormir e ficamos na sala deitados assistindo filme, porém durante este momento eu dormi e enquanto eu dormia, ele tirou suas partes genitais para fora da calça e tentou inserir nas minhas genitais e então acordei muito assustada com a situação, pois nunca tinha falado com ninguém a respeito disso e nunca tinha feito sexo em minha vida. Eu me recusei que ele fizesse isso, mas ele continuou a querer fazer e eu puxava meu corpo e tentava gritar e ele fechava minha boca e me batia diversas vezes, pois eu estava chorando, quando consegui de fato me soltar fugi da casa dele e liguei para meus pais, porém não tive coragem de falar o que de fato tinha ocorrido.

 

Vivi anos com isso guardado na minha mente e nunca tive coragem de contar a uma pessoa. Hoje sabemos que no Brasil registra 164 casos por dia de estupro de mulheres, e 12 assassinatos por dia de mulheres através do estupro, e depois de muito tempo que tomei consciência do que aconteceu comigo poderia ter ocorrido com outras meninas e que eu poderia ser mais uma mulher nessa estatística de morte de mulheres. A mulher é frágil a mulher é ferro também, mas certas coisas acontecem que ficam na nossa história ficam na nossa vida e são marcas que jamais serão apagadas.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+