Busca avançada



Criar

História

Padre Gardenal e os Alagados

História de: Helvécio Celestino de Carvalho
Autor: Coleção Alagados
Publicado em: 31/12/2020

Sinopse

Helvécio relata que, a partir do encontro e aproximação do Padre Gardenal, passou a auxiliá-lo em centros sociais com serviço de saúde. Assim, posteriormente, viria por intermédio dele a conhecer os Alagados.

Tags

História completa

Aí eu entrei na capela [São João Batista]… e o padre ia celebrar a missa depois da procissão. Aí eu disse: “- Oi, padre. Boa tarde e tal”. Eu disse: “- Eu vim pra ajudar”. Era italiano.… aí ele disse: “ - Pois não, o senhor quer ajudar?”. Eu disse: “ - Sim, eu fui seminarista e tal”. Ele: “- Ah, que bom!” Aí ele disse: “Quando você tiver tempo, me procure” (...) (...) Aí eu conheci Pe. Gardenal. Eu disse que trabalhava na saúde: “- Que bom, estou fundando uns centros sociais, ia precisar de uma pessoa que entenda de saúde”. Ai começamos a nos entrosar. Ele era amigo dos jesuítas. Aí ele disse: “- Nós estamos querendo fundar uns centros sociais com serviço de saúde”. Aí começou: “ - Você vai comigo”. Eu trabalhava no hospital e saía com ele pra aqui, Maçaranduba (...) Comecei aqui, no Maçaranduba, na Liberdade. E onde eu morava, no Vasco da Gama, tinha um postinho. Pe Gardenal... Nos entrosamos muito! Quando a maré encheu, tomou a porta do posto - da capela [hoje é a capela Nossa Senhora da Boa Esperança] - e era aqui. Quando foi um dia, Gardenal disse: “- Que bom se você ficasse só comigo!”. Quando foi um dia, ele foi ao hospital comigo e procurou meu diretor. Aí ele era um homem muito bom, por sinal ele era fazendeiro até da região de Araci. Aí ele disse: “O doutor está aqui? É que eu queria que o senhor liberasse um funcionário seu pra me dar condição no centro social”. Ele já conhecia (...) Sabe o que o diretor respondeu? Ele disse: “- Padre, se o senhor me trouxer 3, eu lhe cedo 1”. Aí ele deixou a diretoria muitos anos depois e candidatou-se. Todos os diretores do hospital me respeitavam. Em 92 ele morreu [padre Gardenal]. Ele já trabalhava na paróquia, eu já fazia curso de diácono (...)

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+