Busca avançada



Criar

História

Os brinquedos de Margô

História de: Mateus Coimbra de Oliveira
Autor: Mateus Coimbra de Oliveira
Publicado em: 21/09/2020

Sinopse

Diário de Mateus Coimbra de Oliveira, 21 de agosto de 2020. Jornada, dia 5.

Tags

História completa

Dia quente em Manaus. A frente fria que recobre o país parece esquivar-se deste lugar que o escritor Alberto Rangel chamou de "O inferno verde". Dia pandêmico não muito distante da rotina estabelecida: trabalho remoto, reunião online, afazeres domésticos. Hoje, a Margô, uma poodle que adotamos, foi ao banho e tosa. Sempre que ela vai fica um vazio. Olhando hoje para dois de seus brinquedos favoritos - uma boneca e uma galinha - percebi o quanto aqueles objetos remetem à presença dela. Veio à cabeça que um dia ela não estará mais aqui e que esses brinquedos trarão à mente o tanto que a vida dela se conecta com a nossa. Senti o medo de perdê-la e pensei no quanto esse medo, por associação, me faz temer a perda dos meus filhos, de minha companheira, de minha mãe e até mesmo, para lembrar de José Saramago, o quanto sinto pena de saber que um dia também eu não mais estarei aqui. A pandemia me faz muito pensar na morte.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+