Busca avançada



Criar

História

Oportunidades em São Bernardo

História de: Rosali Henriques
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 20/08/2020

Sinopse

Nasceu em 1972, em Ituiutaba, Minas Gerais. Muda-se para Santo André aos 6 anos, e para São Bernardo, em 1991. Motorista de transporte escolar.

Tags

História completa

P – Rejane, fale o seu nome, local e data do seu nascimento.



R – Rejane Ferreira Borges, São Bernardo do Campo, data de nascimento 26 de junho de 1972.



P – Você nasceu em São Bernardo mesmo?



R – Não, nasci em Minas Gerais, Ituiutaba.



P – Rejane, qual a origem dos seus pais, são todos mineiros?



R – Todos de Minas Gerais também.



P – Quando você veio para São Bernardo?



R – Eu tinha 6 anos quando eu vim para São Bernardo.



P – E por que os seus pais vieram para cá?



R – Para tentar uma vida melhor, porque lá estava difícil, né, então cidade pobre, pequena, então não tinha meio de vida para estar ficando lá, né.



P – E que bairro você veio morar em São Bernardo?



R – Quando eu vim morar, eu vim morar em Santo André, mas o bairro que me ajudou a crescer foi São Bernardo do Campo que me deu oportunidades, que eu vim pra cá em São Bernardo em 1991 e foi onde a gente deu uma guinada e deu uma melhorada de vida, porque em Santo André não tivemos muita oportunidade, é uma cidade boa de se morar, mas não tivemos muita oportunidade.



P – Qual a sua profissão, Rejane?



R – Recentemente é motorista de ônibus.



P – Você trabalha aqui em São Bernardo mesmo?



R – Isso, na região de São Bernardo do Campo, eu transporto crianças, né, trabalho no transporte escolar.



P – O que você acha de morar em São Bernardo?



R – É, como eu falei, né, como a gente teve muita oportunidade eu não tenho a intenção de sair de São Bernardo, né, foi a cidade que me deu muita oportunidade e não tenho intenção de sair daqui, é uma cidade muito boa.



P – O que você mais gosta em São Bernardo?



R – Olha, eu vejo que todas as áreas, assim, os prefeitos têm tentado dar ajuda para todo mundo, né, principalmente eu que transporto crianças especiais eu vejo que essa área é uma área mais carente, né, que é deficiente físico, mas a Prefeitura tem feito muito por eles, a Prefeitura não tem abandonado, tem dado muita ajuda para essa parte que é a parte mais carente da escola e dos deficientes integrando eles na escola, né?



P – E o meio ambiente aqui em São Bernardo, você se envolve nos projetos do meio ambiente?



R – Assim, infelizmente não, porque devido à minha pouca disponibilidade de tempo, né, porque eu trabalho muito, infelizmente não tenho, mas procuro me inteirar sobre tudo, né, principalmente nas férias. Como agora que vou entrar de férias, né, aí eu procuro dar mais atenção a tudo, principalmente a questão do meio ambiente.



P – Rejane, muito obrigado, então, pelo seu depoimento.



R – Tá, obrigada você. 



--- FIM DA ENTREVISTA ---

 

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+