Busca avançada



Criar

História

O verde da cidade

História de: Silmara Alexandra Justino
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 19/08/2020

Sinopse

Nasceu em 1975, em São Bernardo do Campo. Pai também nasceu em São Bernardo e mãe veio de Budapeste, Hungria, em 1949.

Tags

História completa

P/1 – Silmara, diga o seu nome, local e data do seu nascimento.



R/1 – Meu nome é Silmara Alexandra Justino, eu nasci no dia 28 do um de 1975, aqui em São Bernardo do Campo.



P/1 – E você?



R/2 – Meu nome é Henrique, eu nasci em 1998, aqui de São Bernardo.



P/1 – E você?



R/3 – Meu nome é Hector Justino Bittencourt, nasci aqui em São Bernardo em 1997.



P/1 – E Silmara, qual a origem dos seus pais, é daqui de São Bernardo também?



R/1 – Então, meu pai nasceu em São Bernardo, só que a minha mãe nasceu… É de outro país, é Hungria. Mas, o pai nasceu aqui em São Bernardo mesmo, capital. 



P/1 – De que lugar que sua mãe é da Hungria?



R/1 – É lá de Budapeste, lá da Hungria.



P/1 – E você sabe, ela veio criança para São Paulo?



R/1 – Veio, ela estava com 4 anos de idade quando ela veio pra cá, em 1949.



P/1 – E, você nasceu e foi criada aqui em São Bernardo, né? Que bairro que é?



R/1 – Olha, eu nasci… O primeiro lugar em que eu morei foi no Demarchi, né, em São Bernardo, e de lá fiquei até os meus 32 anos, né, e agora que eu me mudei com os meus filhos para outro bairro de São Bernardo também, no Jardim Laura.



P/1 – E como é que é o bairro Jardim Laura?



R/1 – Bom, é assim, faz sete meses que eu me mudei pra lá, né, eu não vejo, assim, problemas, é uma cidade, é um bairro que nem qualquer outro, né. Mas, eu estou gostando, para mim é novidade.



P/1 – O que você mais gosta aqui em São Bernardo?



R/1 – Ah, é assim, que nem a gente está fazendo essa entrevista com referência ao verde, assim é um lugar que eu ainda vejo bastante verde, né, o pessoal bem entrosado com relação a esse… Que nem a gente está fazendo agora, né, com referência ao verde e a parte de cultural, a parte de shoppings também é bem gostosa, né, e a chuvinha que também é muito boa aqui. 



P/1 – Silmara, eu queria agradecer você então, a sua participação e de seus filhos, tá? Obrigada.



R/1 – Muito obrigada vocês, eu agradeço. 



--- FIM DA ENTREVISTA ---
















Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+