Busca avançada



Criar

História

Meu velho eu novo

História de: Antonia Amancio Araujo de Oliveira
Autor: Antonia Amancio Araujo de Oliveira
Publicado em: 19/09/2020

Sinopse

Diário de Antonia Amancio Araujo de Oliveira, 22 de agosto de 2020. Jornada, dia 6.

Tags

História completa

Olhar para o futuro hoje parece estranho. O que planejar para o futuro depois de uma pandemia? Imagino que as pessoas compreenderão que é hora de fazer reflexões diante dos últimos acontecimentos do ano 2020. Um ano que nos trouxe o vírus Covid 19 e com ele grandes transformações mundiais. Agora é o momento de fazermos planos para o futuro. O mundo inteiro já se prepara para o novo mundo que virá, adaptado a um novo normal. Não se espera mais que tudo seja como antes. Nada do que foi será do jeito que já foi um dia. Essas palavras não são mais apenas palavras bem cantadas pelo poeta Lulu Santos e a certeza de que nada é igual a nada assume de vez o status de certeza do tipo que não deixa dúvida. Afinal, quantos entenderam quando ouviram que nenhum homem conseguirá se banhar duas vezes no mesmo rio? Talvez, poucos tenham entendido que na segunda vez, nem o homem nem o rio seriam o mesmo. Mas, não restarão dúvidas de que o mundo pós-pandemia jamais será o mesmo. Não apenas pelo fato de que nada é igual a nada, mas porque as coisas que se perdem na mesmice não mais existirão. O sentido da mudança ganha novo sentido e nova forma de compreensão. Novos cuidados, novas atenções, novos olhares, novas possibilidades, novos caminhos, novas pesquisas, novo mundo. O futuro que nos espera será das ciências, quase um renascimento, mas dessa vez não será pelo retorno da luz, mas pelo descobrimento da urgência e prioridade de várias necessidades humanas, em detrimento de outras que mesmo sendo tão fúteis foram mais valorizadas. O homem do futuro será mais atento e menos inerte. Mais participativo e menos obediente. O resultado prático dessa mudança é que a sociedade responderá mais rapidamente aos grandes questionamentos sociais e problemas dessa sociedade. Resta saber ainda se essa maior atenção e capacidade de resposta serão também capazes de transformar para melhor a vida em sociedade. Espero chegar nesse futuro e com ele poder contribuir. Espero que a vida seja melhor nesse futuro.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+