Busca avançada



Criar

História

"Me sinto única como eu sempre me sinto aqui"

História de: Denise Brasil
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 19/11/2006

Sinopse

Entrou na AMBev como estagiária em março de 2005. Hoje é Analista de Gente e Gestão. Gerencia todos os produtos que estão ligados à gestão, tanto fabril quantos nas áreas. O trabalho não é só dentro da área de Recursos Humanos, porque Gente e Gestão é uma área diferenciada da área de Recursos Humanos de outras empresas. Tem a gestão na fábrica e a gestão das áreas. Ela trabalha em paralelo com as áreas de implantação dos produtos, a área tem um projeto “manufatura” que ela garante que os produtos são aderentes, que as pessoas estão fazendo, que está sendo legal, se está ficando consistente ou não.

Tags

História completa

IDENTIFICAÇÃO Nome, data e local de nascimento Eu sou Denise Brasil. Tenho 27 anos e nasci em São João Del Rey, Minas Gerais.

MUNDO DO TRABALHO Cotidiano de trabalho Hoje eu sou Analista de Gente e Gestão. Gerencio todos os produtos que estão ligados à gestão, tanto fabril quantos nas áreas. Então, o meu trabalho não é só dentro da área de Recursos Humanos, porque aqui Gente e Gestão é uma área diferenciada da área de Recursos Humanos de outras empresas. A gente tem a gestão na fábrica e a gestão das áreas. Eu faço um trabalho em paralelo com essas áreas de implantação dos nossos produtos. A gente tem um projeto “manufatura” e eu garanto que estes produtos são aderentes, que as pessoas estão fazendo, que está sendo legal, se está ficando consistente ou não.

UNIDADES DE PRODUÇÃO Juatuba A nossa estrutura gerencial é padronizada, coorporativa. A gente tem a gerência fabril e a gerência das áreas. Tem a gerência de Gente e Gestão, que gerencia recursos humanos, segurança, pessoas que estão entrando e políticas de encarreiramento. E tem as outras áreas: o Gerente de Engenharia, o Gerente de Packaging, o Gerente de Logística. Esta estrutura gerencial é predeterminada pelo coorporativo.

CULTURA DA EMPRESA Valores Eu vou falar um pouco da cultura da AmBev. Uma das coisas que me chamou muito a atenção quando eu entrei foi uma frase que eles usam: “A gente sonha grande e “impossível”, esse impossível é entre aspas, “e por isso chegamos lá”. Isso me chamou muito a atenção porque eu achei curioso tomar o impossível como uma bandeira; uma coisa que as pessoas não acreditam que quem trabalha aqui vai conseguir, mas que a gente acredita e acaba alcançando. E isso é a nossa visão. A gente, há cinco anos atrás, queria ser a maior cervejaria do mundo. E muitas pessoas de fora levavam isso como uma coisa realmente impossível, mas que foi uma coisa que a gente conseguiu. E isso me chamou muito a atenção. Eu comecei a ver que as coisas aqui tem o poder de se fazer acontecer. As pessoas movem o mundo, fazem o que for necessário pra realizar aquilo que elas querem. Eu acho isso muito interessante. Hoje a gente não tem mais a certificação de ISSO. Existe uma certificação interna com todos os procedimentos para ter uma gestão ambiental perfeita, porque é um dos nossos princípios básicos. Um dos nossos fundamentos preservar o meio ambiente. Então, a Gerente de Meio Ambiente e todos os procedimentos que ela traz pra Companhia são procedimentos legais, a gente tem toda a documentação. É um diferencial frente às outras empresas que não dão tanta importância a isso. E o ISO 14000 não tem mais porque a gente não tem mais este tipo de certificação. Mas a gente continua com o mesmo empenho, isso é fundamental. Segurança em primeiro lugar, meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas mesmo. O quanto as pessoas são bem tratadas aqui. A nossa gente é muito importante.

PRODUTOS Guaraná Antarctica Eu acho que o Guaraná Antarctica é o que há. Eu acho que ninguém faz igual. Eu estou repetindo a propaganda, mas eu acho que é por aí. A gente tem um produto que ninguém nunca vai ter, eu tenho certeza. Vão tentar imitar, vão tentar lançar outros produtos e não vai ser feito igual. O nosso é melhor. É o meu preferido.

TRABALHO Ingresso na empresa/Trajetória profissional Foram muitos desafios desde que eu entrei aqui como estagiária em março de 2005. Primeiro, quando você entra na Companhia, o susto é muito grande, porque é uma realidade muito diferente das outras empresas. É uma cultura muito arrojada, muito informal. Então, existe o choque inicial. Eu considero como primeiro desafio pessoal superar tudo aquilo que eu acreditava, jogar tudo no chão e começar a ver as coisas de outra maneira. Eu acho que fiz uma reengenharia nos meus conceitos organizacionais. Eu tinha uma impressão muito equivocada do que seria uma grande empresa. E a AmBev não é parâmetro porque ela é uma Companhia diferenciada. Esse foi o primeiro desafio pessoal. Agora, quanto aos desafios profissionais, foram vários. A gente teve um projeto no ano passado que foi implantar a nova versão do SAP nas unidades e foi muito desafiador. Demandou tempo, demandou muito trabalho e muita dedicação da nossa parte, porque a gente não fez parte do conceito de criar a nova versão, mas teve que executar tudo o que foi planejado e executar de uma maneira excelente, para que a Companhia tivesse todas as unidades 100% com a versão atualizada. Foi um desafio daqueles.

TRABALHO Momentos marcantes Auditoria é o momento em que as pessoas se mobilizam pra checar, pra ver se está tudo certo. É o momento em que o trabalho de todo mundo vai ser observado. E uma coisa que me sensibilizou bastante foi ver que as pessoas, nesse momento, deixam de ser gerentes, deixam de ser supervisoras e passam a ser as pessoas que estão aqui dentro pra fazer a Companhia melhor. E numa dessas vezes em que foi véspera de auditoria, a gente fez uma espécie de mutirão pra pintar as coisas que não estavam legais, pra deixar a fábrica bonita pras pessoas que vieram nos visitar. E numa dessas vezes, eu parei e prestei atenção. Fiquei de longe observando e vi que ali tinha um monte de gerente, um monte de supervisor, um monte de operador com um objetivo simples: deixar a fabrica pronta pra ser auditada, pronta pra ser visitada. Eu achei aquilo fantástico. Eu não sei se vocês repararam, mas aqui a gente não tem parede entre as salas e isso é pra quebrar mesmo a formalidade do cargo gerencial, porque os gerentes são pessoas acessíveis, são pessoas de verdade.

PROJETO MEMÓRIA VIVA AmBev Importância dos depoimentos Eu me sinto única, como eu sempre me sinto aqui. Eu sou tratada assim, não sou tratada como se fosse mais uma, como se fosse a Analista de Gente e Gestão. Eu sou tratada como a Denise Brasil, que tem muito a oferecer e muito a aprender. Então, eu me sinto lisonjeada e acho que muita gente se sente assim.

ENTREVISTA Avaliação/Recado Eu gostei da entrevista, mas achei curioso. Na hora que me chamaram, eu falei: “Ah, eu vou ficar com vergonha”. Mas achei bacana. Eu acho que eles podem ficar satisfeitos se o objetivo é satisfazer as pessoas. Eu sou uma pessoa muito satisfeita aqui. O dia em que não estiver satisfeita, não estarei mais aqui. Eu sou muito feliz aqui dentro.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+