Busca avançada



Criar

História

Jovem pela idade. Maduro pelo pensamento.

História de: Mattheus Rios
Autor: julyanne oliveira bandeira
Publicado em: 16/06/2016

Sinopse

Essa é a historia de Mattheus Rios Alves Ferreira, filho de Ieda Prati Rios Alves e Edson Joel da Silveira Ferreira, nascido dia 06/06/1994, 22 anos.

Tags

História completa

Tudo começa pelo seu nome, quando seu pai queria colocá-lo de Romário, empolgado por toda magia que ele trazia dentro dos gramados, mas foi sua avó que teve o poder de escolha, e então escolheu o nome de seu apostolo preferido, Matheus, porém com uma maneira diferente, igual constava em sua antiga bíblia, com dois “tt’s”. Cresceu em um universo paralelo, com a distinção entre dois mundos, e vendo os dois lados da moeda, o lado de morar em comunidade, e em um bairro mais requintado, digamos assim, onde sua avó morava. Foi criado pela avó, pois os pais sempre trabalharam muito para que ele pudesse ter um futuro melhor.

 

“Fui gradativamente me moldando, e hoje digo que de certa maneira tudo valeu muito a pena. ”

 

Sendo mais profunda em relação a sua história, muito engraçada e confusa, já quis ser jogador de futebol, e com 9 anos de idade jogava bola no Inter, e almejava somente crescer naquele meio. Com o tempo recebeu alguns castigos da vida, pela desobediência e pela falta de compromisso, como repetir alguns anos da escola. Então percebeu que precisava mudar e não levar o futebol tão a serio assim, depois de alguns anos, começou a estudar mais intensamente e a amadurecer de fato.

 

Após dedicar-se mais aos estudos, ficou indeciso em relação a sua profissão, queria ser historiador ou fazer gestão ambiental, foi quando descobriu a arte, que veio junto consigo a vida toda, mas na adolescência se tornou mais forte. E foi ao sofrer pelo seu grande amor que escreveu um texto, e a partir deste texto viu que tinha a sensibilidade suficiente para conseguir registrar o que sentia e simplesmente não deixou de escrever, tanto que virou uma terapia.

 

“Entre muitos trabalhos que fiz e que vivi, fazer arte se tornou uma coisa muito sincera, e hoje me mostra que posso ser um curador, de certa forma, com as palavras. Curador de quem lê ou de quem escuta tudo que tenho para passar para as pessoas”  

 

Entre todo o dilema de o que ser, o que fazer no seu futuro, teve muito apoio dos pais que até hoje fazem tudo que está a seu alcance para lhe ajudar. Então se apaixonou pela psicologia, mas por alguns problemas da vida teve que interromper o curso, e a partir deste momento decidiu que não ia mais fugir de si mesmo, e parou para refletir o que queria para sua vida.

 

“E diante de todas às vezes que cai e levantei nesse momento estou muito firme e com o pé no chão, pois sei o que quero do meu futuro! Quero lidar com a arte até o fim, e to trabalhando duro para isso acontece, e para fazer meu trabalho rodar por aí, ser famoso ou não, seria apenas uma consequência, mas não um objetivo. Espero que mais para frente tudo faça sentido, acredito que nada é em vão.”

 

Pretende fazer a diferença na vida das pessoas passando-lhes amor, quer muda a vida delas neste aspecto, diante da pessoa que é, sempre vê o lado bom das coisa, acha que o bem é muito maior e mais forte, e a partir da sua visão de mundo, e com a arte que habita dentro de si, acredita que tem o poder de colocar o amor na arte e passar isto para as pessoas evoluírem e se amarem, despertando sensações e sentimentos bons, espera que suas palavras confortem as pessoas, espera faze das suas palavras, a casa delas.

 

Foi criado no meio de mulheres, sempre viveu neste universo feminino, e a percebe que assim vai se criando e se carregando certa sensibilidade ao amor e carinho, e a olhar o mundo diferente. Tem uma visão de mundo que não condiz muito com os jovens de sua idade.

 

“Acho que a partir da visão que a criança tem, que os valores se formam, acho que a gurizada não pode perde essa herança de conhecimento e de valores, para que ao menos eles tentem procurar coisas boas. ”

 

Sonha com um momento firme, onde poderá conseguir se estabelecer para poder criar algum tipo de projeto, como algum um sarau, para as crianças conhecerem a poesia, os livros, as músicas, para que assim o desejo por conhecimento floresça nelas.

 

“ Vivemos num momento muito conturbado. Em uma terra sem lei, onde as pessoas se julgam no direito de faze justiça com as próprias mãos.”

 

Tive diversos tipos de amores, com diversos tipos de mulheres. Mas foi a partir de um grande amor eu mudou bastante, quando perdeu uma pessoa que desejava para sua vida.

 

“As coisas mudaram e eu tive outros amores depois, mas um amor especial mesmo foi este, o meu amor de 2011.. Gosto de usar o ano como referência.”

 

E com seus 22 anos recem completados, Mattheus sonha apenas em ter uma vida feliz, para poder assim, fazer outras pessoas ao seu redor felizes. Se diz realizado pelo trabalho que tem em uma loja de roupas, Reserva, onde trabalha com seus amigos, e busca sempre cantar e levar a vida com leveza. Quando não esta trabalhando na loja, esta trabalhando como cantor nos diversos pub's que o contratam. E em suas horas livres busca fica com sua familia e amigos, mas acaba sempre envolvendo ou a escrita ou a musica no meio, resitando poemas ou cantando para alegrar a todos.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+