Busca avançada



Criar

História

Joel, o vendedor de milho e suas jornadas

História de: Joel, o vendedor de milho e suas jornadas
Autor: Gisele Rodrigues Lima Casarini
Publicado em: 24/11/2021

Sinopse

Joel veio da Bahia aos 28 anos de idade para conseguir te condições de vida melhor. Casou-se e nesta união nasceram 4 filhos e dois deles estudam na escola. É morador do bairro á mais de 20 anos e vende milho em uma avenida bem movimentada esbanjando sua alegria e carisma.

Tags

História completa

MEMÓRIA LOCAL NA ESCOLA 2021 E.M. “PROF. EUCLIDES BUZETTO – 4º ANO B Joel, o vendedor de milho e suas jornadas Joel Almeida Silva tem 52 anos, nasceu em Serra Preta (Bahia) no ano de 1969. Vem de uma família que é constituída de pai, mãe e onze irmãos. Veio para Piracicaba aos 28 anos de idade em busca de trabalho e melhores condições de vida, pois seus irmãos já estavam aqui. O pai escolheu seu nome porque tinha um patrão do qual gostava muito e quis fazer esta homenagem a ele. Quando criança ajudou seu pai na roça, colhia algodão e com o mesmo fabricava seus próprios brinquedos, pois nesta época era muito difícil adquirir um brinquedo comprado. O fato que mais marcou Joel na sua infância foi a morte de seu querido pai, o que deixou muita tristeza para toda a família. Joel frequentou a escola até o 5º ano. A mesma era situada no interior da Bahia. Naquela época era difícil chegar até a escola que ficava muito longe de sua casa. A professora ficava brava com aqueles alunos que não sabiam responder as perguntas e chegavam atrasados. O castigo era reguadas nas mãos ou ajoelhar no milho. Joel não deu continuidade aos estudos, precisou trabalhar desde muito cedo para ajudar sua família no sustento da casa. Seu sonho era fazer faculdade de medicina ou ser policial, pois acredita que esses profissionais desempenham funções de grande importância na sociedade. Sua família passou por muitas dificuldades, muitas vezes não teve o que comer e algumas pessoas os ajudaram. Aos 28 anos, quando chegou a Piracicaba, conheceu sua esposa Giane. Ela morava no Bairro Jaraguá. Eles namoraram e logo se casaram. Tiveram quatro filhos, dois deles (Alisson e Alessandra, gêmeos dessa união) estudam aqui na nossa escola. Até hoje eles residem na mesma casa e no mesmo bairro. Quando Joel se mudou no bairro, o espaço que hoje é a escola era um brejo cheio de mato onde passava um córrego. Com a construção da escola, facilitou a vida de muitos alunos, pois puderam estudar perto de casa. Neste tempo ocorreram muitas mudanças no bairro com construções de casas e prédios. Joel é conhecido no bairro por vender o milho na rua e pelo carisma que as pessoas têm por ele. Gosta muito da profissão que exerce fazendo seu trabalho com comprometimento e carinho. E nas horas vagas trabalha com pintura residencial. As maiores dificuldades encontradas na vida foram algumas perdas que teve de pessoas queridas, entre elas seus pais e irmãos. Se ele pudesse voltar no tempo faria tudo diferente. Joel espera que seus filhos tenham uma vida melhor que a dele. Seu maior sonho é vê-los formados, e se possível exercendo a profissão que sempre sonhou. Ele deixa um recado importante para as crianças “...não deixem de estudar, pois o conhecimento é essencial em qualquer profissão”.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+