Busca avançada



Criar

História

Foi o pior dia que vivemos

História de: Rosangela Maria de Lima Silva
Autor: Rosangela Maria de Lima Silva
Publicado em: 29/11/2019

Tags

História completa

Eu me chamo Rosangela Maria de Lima Silva, sou pescadora artesanal desde os meus 7 anos de idade, sou moradora de Serrambi, no município de Ipojucae e nunca tinha vivido um trauma terrível como estou vivendo com a chegada desse Maldito óleo. No dia em que esse óleo chegou na praia da Barra de Sirinhaém fiquei aflita, peguei minhas luvas, um saco de ração vazio e 2 garrafas de água e fui pra praia aguardar a chegada do óleo, sendo que ele não chegou, fui pra casa descansar. Pela manhã, às 05 horas da manhã do dia 19 de Outubro, meu celular tocou: era o óleo que tinha chegado na enseadinha e no pontal de Maracaipe. Foi o pior dia que vivemos, me organizei e fui limpar a praia; assim que cheguei vi muitas pessoas desesperadas tirando toda as pequenas partículas e não me preocupei com o que iria acontecer com minha saúde, só entrei na água e peguei tudo o que consegui. Olhei pra beira da praia vi minhas sobrinhas todas meladas de óleo mas estávamos salvando o nosso ganha pão, pois é de lá que tiramos os mariscos que vedemos pra sustentar a nossa família. Cheguei na praia as 9 horas da manhã e saímos de lá as 19 horas da noite: eu e minha irmã, minha filha e minhas sobrinhas todas cansadas, com fome e com sede. Nós tivemos o privilégio de ganhar água gelada, frutas e sanduíches pra aliviar a fome, nesse dia não almoçamos, mas chegamos em casa com a certeza de que salvamos o nosso mar! Eu hoje fico revoltada em ver que o governo criticou a nossa atitude de ser voluntário pra salvar o meu lugar de trabalho, é a minha vida e a vida de cada pescador que estava em jogo, o óleo chegou e a gente tirou e se chegar novamente a gente tira de novo. O presidente queria que deixássemos o óleo pra o exército tirar, sendo que o exército chegou 3 dias depois. Eu não iria deixar o óleo ficar ali na beira da praia contaminando os meus mariscos, eu faço o que for possível pra salvar o meu território Pesqueiro!

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+