Busca avançada



Criar

História

Fogos de artifício: ai que medo!

História de: Maria de Lourdes
Autor: Lia Cristina Lotito Paraventi
Publicado em: 25/11/2019

Tags

História completa

A professora Maria de Lourdes Chavis Silva cresceu na cidade de Santo Expedito próximo a Presidente Prudente. Adorava brincar na rua de pique esconde e passa anel. Morava perto da igreja católica da pequena cidade. Tinha muito medo dos fogos de artifícios que soltavam na época das festas, por isso adorava ir para a casa de sua avó, que era no sítio, lá ficava longe de todo esse agito e gostava de brincar por lá. Tinha uma melhor amiga que se chamava Elieta, estudaram juntas na escola e fizeram Magistério, trocavam confidências e também se tornavam professoras juntas. Se tornou professora, porque sempre admirou a profissão, pois suas professoras eram amorosas, e sempre teve desejo de se tornar professora, mesmo tendo todas as dificuldades. Antes de ir à escola, colhia uma arroba de algodão e amendoim, para ajudar sua família, andava duas horas a pé, pelos pastos e rios, mas o desejo de estudar e um dia se tornar professora era maior que tudo. Antes de ser professora foi empregada doméstica do prefeito de sua cidade, além de ir à roça para ajudar sua família. Estudou Magistério, pois fazer faculdade era muito difícil, fez Pedagogia depois de muito tempo. Nesse estudo, antigamente se habilitava para ser professora de crianças. Sua cor favorita é o vermelho, tem muitos vestidos vermelhos. Vestido e saias são suas vestimentas favoritas. Adora comer feijão e arroz, não fica um dia sem comer feijão. Na nossa escola o seu lugar favorito é a Biblioteca, onde a professora Lourdes fica para ajudar as crianças a escolher livros maravilhosos. Mas, desde criança adora o livro: Meu Pé de Laranja Lima, e sempre que pode relê com algum aluno que vai até a biblioteca. Seu animal de estimação é uma cachorrinha que se chama Jasmim. Adora viajar para vários lugares, mas não gosta de viajar de avião, gosta de praia, de ir à casa de familiares em Presidente Prudente. Recentemente foi à Olímpia e gostou mais do que a praia. Na televisão gosta de assistir o Jornal, para ficar bem informada, principalmente, em saber a previsão do tempo. Do futuro espera que os alunos se esforcem para ter uma vida justa e com muito estudo e conhecimento, ter interesse em realizar os seus sonhos não se esquecer do esforço que tiveram para ser uma boa pessoa, respeitando a família e os professores e os colegas com os quais convivem.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+