Busca avançada



Criar

História

Envelhecer bem

História de: Mariza Denucci
Autor: Mariza Denucci
Publicado em: 09/06/2011

Tags

História completa

Envelhecer é inevitável. Escolher como envelhecer bem é opção. Todas nos assustamos com os primeiros sulcos no rosto, e poucas mulheres admitem estar envelhecendo. Penso que podemos manter alguma jovialidade participando da vida, dos acontecimentos, ao nosso redor, sabendo que cada fase nos reserva alguma surpresa ou mesmo satisfação. Não lutar demasiadamente contra ação do tempo buscando a todo custo manter uma imagem que nos fez querida e elogiada há muitos anos atrás mas que não condiz com a realidade atual. Todas nós passamos por isso. Tive no passado cabelos longos e escuros. Perto dos 30 anos apareceram os primeiros cabelos brancos e confesso que lutei contra eles por alguns anos. Mas foram ficando ressecados e enfraquecidos, sem brilho ou viço. Até que um dia tomei coragem ajudada por algumas circumstâncias. Pensei então para que ou para quem eu estava tingindo meus cabelos. Não seria melhor mostrar para mim mesma e para minhas filhas que envelhecer não é algo ruim, faz parte da vida. Eu diria até que é um privilégio poder envelhecer com saúde e disposição. Então cortei-os bem curtos e assumi minha nova imagem de mulher madura. Não me sinto velha , mas também sei que não sou jovem. E achei isso libertador, principalmente ficar livre de cobrir as raizes brancas quase que semanalmente, desde que meus cabelos crescem com muita rapidez. A princípio enfrentei questionamentos de amigos , no trabalho e até dentro de minha propria casa. Minhas filhas estavam sempre me dando uns toques para eu voltar a ter cabelos tingidos, mas meu marido sempre me apoiou e até me encorajou. E acho que isso me motivou, afinal é para ele que eu me cuido , com toda sinceridade. Há poucas semanas atrás tive a grata surpresa de ganhar da minha filha um kit completo de cuidados com os cabelos brancos: shampoo, condicionador e até um spray que realça a cor grisalha. Sim, branco ou cinza também são cores.... Fiquei muito feliz com o presente. Aqui no Brasil dificilmente se acha bons produtos para esse tipo de cabelo. Quando se acha, ou são caros ou alteram a cor, deixando-os quase azulados ou com aparência ruim. A procura deve ser pequena , portanto não deve ser lucrativo para as empresas investir nesse tipo de produto. E cabelos grisalhos só são bonitos se bem cuidados, porque a tendência dos fios brancos é se amarelarem por conta do cloro da agua. Porém o que me alegrou mesmo foi que ela elogiou os meus cabelos. E sei que vindo dela foi com muita franqueza e honestidade. Penso que finalmente ela se convenceu e aceitou que não vou mudar de idéia. A cabeleireira que corta meus cabelos também me disse que meus cabelos combinam com meu rosto. Achei engraçado, não sei se foi elogio ou crítica por parte dela. Em todo caso eu continuo pensando que talvez consciente ou inconscientemente eu esteja desafiando um pouco esse mundo obcecado pela "juventude eterna". E estando nos meus cinquentas, eu me dou esse direito. (História enviada em junho de 2011)

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+