Busca avançada



Criar

História

Entregando à Vida

História de: Chefe Wilson
Autor: Kél
Publicado em: 25/11/2017

Sinopse

Entrevista realizada por alunos e professora do 3°ano A, através da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Professora Aurélia Moreira de Barros", para o projeto "Todo Lugar tem uma História para Contar" na cidade de Promissão, estado de São Paulo, onde Wilson Borsato dos Santos, chefe dos escoteiros de Promissão, militar aposentado, narra sua trajetória de vida, seu trabalho voluntário e um pouco da história de Promissão.

Tags

História completa

Wilson Borsato dos Santos nasceu no dia 03 de junho de 1966 em São João do Caiuá, Paraná. Aos seis anos de idade veio para Promissão com seus pais e seus cinco irmãos.Teve uma infância precária materialmente mas se divertia muito jogando bola nos pastos em torno de sua casa com seus amigos, gostava de brincar livremente pelas ruas de pega, ciranda e subia muito em pés de fruta. Um fato interessante, ele diz na entrevista, é uma lembrança de quando ele era criança e na época de pagamento dos peões de sitio, a mãe avisava para ficar dentro de casa, pois eles, os cavaleiros, vinham para cidade gastar seu dinheiro e faziam muito barulho nas ruas com os cavalos, e as crianças tinham medo deles passarem por cima. Quando cresceu foi trabalhar em Lins, vinha passear em Promissão e costumava ir á praça, era costume naquela época os jovens saírem da igreja e ficar dando voltas para paquerar, e ele se encantou com uma moça que estava vendendo sonhos para sua formatura, fez um galanteio e ela deu-lhe uma "chapuletada", onde começou um amor que dura quase trinta anos,namoraram por três anos e noivaram por mais um, tiveram dois filhos, um de 22 anos e outro de 15. Certo dia foi convidado para acompanhar o filho mais velho em um acampamento de escoteiros para ser o cozinheiro, nesse dia o chefe da tropa escoteira havia faltado e como ele tinha conhecimento militar ele foi auxiliando e nunca mais parou. Hoje é chefe da tropa escoteira do grupo 299 Dr Shuhei Uetsuka e sente muito orgulho por esse trabalho. Atualmente é militar aposentado mas, quando na ativa,trabalhava na enfermaria e foi voluntario em importantes missões como no Haiti, onde narra na entrevista,um fato marcante quando assim que havia chegado lá veio uma grávida e ele nunca havia feito um parto e sentiu um certo desespero, principalmente quando a mulher começou a andar para um lado e para o outro e de repente abaixou e o neném começou a nascer, ele pegou a criança e foi um momento de muita alegria e muito medo, mas depois ainda realizou outros partos. Também narra o quanto é importante o trabalho feito juntamente com as crianças no escoteiro, onde diversão e disciplina caminham juntos para satisfação de todos os envolvidos. Seu maior sonho é poder ter 200 crianças participando do seu grupo escoteiro, e conta contente o tanto de tombos que já levara na tirolesa, já que é o responsável por verificar se ela estará segura para as crianças. Gosta de cuidar de casa já que passa boa parte dentro dela, agora que é aposentado, passeia com os cachorros todos os dias, joga vídeo games e adora cozinhar, ato que aprendeu com a mãe desde cedo. Os pais são falecidos, mas deixaram um legado muito importante, Chefe Wilson conta na entrevista o relacionamento que tivera com seus pais, onde seu pai bebia e sua casa sempre tinha amigos do mesmo que também frequentava e bebia, para ele, Wilson, era desrespeitoso esse ato com sua mãe, visto que na sua opinião a mulher tem que ser muito respeitada, dizendo até que a mulher é o ser que mais se aproxima de Deus, por poder dar à vida. Exemplo de pai, amigo e ser humano !!

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+