Busca avançada



Criar

História

Dias melhores virão

História de: Samara Sardinha Monteiro
Autor: Valdicinéa
Publicado em: 01/10/2020

Sinopse

Sou Samara Sardinha Monteiro, baiana da cidade de Governador Mangabeira. Sou grande admiradora da minha Mãe, tenho uma cachorrinha que me acompanha e vivo um problema de saúde um pouco difícil, mas com certeza vou superar. Desejo dar continuidade aos meus estudos, adquirindo novos conhecimentos. Esta história foi produzida integralmente por Samara Sardinha Monteiro, para a aula do Componente Curricular ARTES, nas turmas do 8° ano do Ensino Fundamental II do Colégio Viana, da cidade de Governador Mangabeira – Bahia, ministrada pela professora Valdicinéa Aragão Conceição, durante o II trimestre letivo 2020 (aulas remotas).


 

Tags

História completa

Meu nome é Samara Sardinha Monteiro, nasci na cidade de Cruz das Almas – Bahia no dia 25 de agosto de 2006, fruto de uma família de casal jovem, mas de muita responsabilidade e muito amor.


Sou filha única e amo ser assim, pelo menos até o momento não há planos de chegar mais alguém.


Minha mãe, Silmara da Silva Sardinha, sempre trabalhou fora e eu desde pequena ficava com minha prima que cuidava de mim, mas mesmo minha mãe não estando perto, ela se preocupa muito comigo.


Do ano de 2006 à 2019, morei no mesmo lugar: rua Cesar Martins, Governador Mangabeira – Bahia, foi lá que dei meus primeiros passos e passei grandes momentos da minha vida, fiz amigos e foi muito bom. Comecei a estudar, fiz minha primeira eucaristia, em momentos da família reunida fazendo festa e agradecendo a Deus. Foram muitas coisas que vivenciamos durante esse tempo que passamos lá. 


No ano de 2019 tive que mudar para outra rua, pois graças a Deus conseguimos nossa casa própria - um sonho realizado; nossa casa agora é na rua Vanju. Foi muito bom vir para casa nova, mas deu um pouco de tristeza sair da nossa casa antiga, muito difícil a adaptação, mas claro minha mãe estava sempre comigo, e com seu carinho e jeitinho ela faz tudo ficar bem. Estamos gostando muito da nossa casa nova. 


Tive muitas coisas boas durante esse ano: a casa; minha Mãe foi promovida no trabalho; o nascimento da minha prima/irmã, afilhada da minha Mãe. Também veio a notícia do meu problema de saúde, fiquei muito triste, meu mundo parecia desabar; tenho escoliose dextro convexa, um problema que atinge muito os adolescentes, principalmente as mulheres. Isso mexeu comigo, perdi o chão, principalmente quando o médico falou que há probabilidade de fazer cirurgia. Mas com a ajuda da minha mãe, meus amigos e familiares, principalmente minha prima Gabriele, que é fisioterapeuta e tem me ajudado muito, não esqueço que foi ela que descobriu minha escoliose, estamos fazendo de tudo para não ser preciso fazer a cirurgia.


Faço pilates, RPG, exercícios em casa com ajuda da minha mãezinha, acompanhamento com ortopedista e é isso; bola pra frente e pensamento positivo sempre.  


 Ah! Tenho também uma companheira, minha cachorrinha Nina, que gosto muito.


Minha história é essa, estudo no Colégio Viana, onde iniciei desde pequena, aprendi a ler com minha professora Irbene Oliveira da Paz Silva, que teve todo amor em me ensinar. Hoje faço oitavo ano e tenho ótimos professores, eles são excelentes, todos preparados para nos ensinar e dar orientações para o futuro; são super dedicados, assim como a nossa querida Valdicinéa Aragão Conceição, professora de Arte.  A escola nos proporciona momentos de diversão e conhecimento nas viagens ao Museu, cinema e outros lugares. 


Durante a semana fico na minha casa, nos finais de semana vou para casa da minha Bisa Rita, meu amorzinho, amo ficar com ela; como é bom o carinho de Bisavó.


Agora, com a pandemia da Covid-19, estamos em casa nos cuidando, estudando de forma remota, que para mim está um pouco cansativo, mas estou conseguindo aprender mais um pouco. Os professores estão passando seus conhecimentos através das aulas on-line. Vamos torcer para que tudo isso passe logo.


E minha história continua, pois pretendo continuar meus estudos, buscar novos conhecimentos, lutar para enfrentar minha escoliose com garra e logo, logo estar bem, pois sei que dias melhores virão.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+