Busca avançada



Criar

História

Dia dos trabalhadores, grande dia, dia de lutas

História de: Antônio Carlos Fon
Autor: Raquel
Publicado em: 09/06/2021

Sinopse

Antônio Carlos Fon. Jornalista. Aposentado. Militante. Comunismo. Primeiro de Maio. Dia dos trabalhadores. Ações.

Tags

História completa

Projeto: Primeiro de Maio Entrevistado por: Depoimento de: Antônio Carlos Fon Local: 1º de maio Realização: Museu da Pessoa Entrevista: Cabine 4 Código: MAIO_CB004 Transcrito por: Écio Gonçalves da Rocha Revisado por: Simone Castro P/1 – Por favor, o seu nome completo, data e local de nascimento. R – Antônio Carlos Fon. Nasci no dia 10 de dezembro de 1945 em Salvador, Bahia. P/1 – E qual foi o seu primeiro emprego? R – O meu primeiro emprego foi numa farmácia, sem registro em carteira. Eu tinha 12 anos. Fazia entrega de remédios e varria a calçada. P/1 – Isso foi onde? Na sua cidade? R – Aqui em São Paulo. P/1 – Você se lembra do dia em que o senhor recebeu o seu primeiro salário? R – Lembro sim. Eu levei pra casa e entreguei à minha mãe. P/1 – E a sua mãe usou o seu salário como os demais? R – Sim, como todos nós. Todos nós trabalhávamos desde muito criança. P/1 – O senhor é aposentado? R – Hoje eu sou aposentado, mas continuo trabalhando porque a aposentadoria nesse país... Tem que continuar a trabalhar. P/1 – E qual foi a sensação quando o senhor se aposentou? R – Que precisava continuar a trabalhar. P/1 – Teve algum outro primeiro de maio que foi marcante na sua vida? E por que? R – Vários primeiros de maio foram marcantes. Eu sou comunista, os primeiros de maio são marcantes, sempre foram. Nesta data eu já fui de tudo: militante, segurança de comício, ajudei a derrubar o comício da ditadura em 1968 na Praça da Sé, fiz segurança em comício do Lula. Primeiro de maio, pra mim, é o meu dia. Eu sou comunista, como te disse. P/1 – Tem algum evento em especial que foi marcante? R – Derrubar o palanque da ditadura e botar o governador pra fora da festa dos trabalhadores em 1968 na Praça da Sé. P/1 – Nesse evento o que o senhor fazia? O senhor estava trabalhando ou o senhor foi participar do evento? R – Não, eu fui como militante. P/1 – Tá bom. Muito obrigada pela presença.
Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+