Busca avançada



Criar

História

Depois do celefone

História de: Emylin Gonçalves
Autor: Emylin Gonçalves
Publicado em: 31/07/2018

Sinopse

A pequena historia da menina que aprendeu com um simples celefone

Tags

História completa

Meu nome é Emylin Inês Gonçalves, tenho 18 anos, nasci em Oriximiná-PA, não tenho muita coisa para contar de minha infância, mas lembro de uma bem marcante de quando, não que eu me lembre totalmente pois foi contada pela minha mãe para mim, quando ela me deu meu primeiro "celefone", era assim que eu chamava, pois não sabia pronunciar, ela dizia que meu sorriso era de ( orelha a orelha ), mais não durou muito tempo, quebrei,levei uma porradinha obvio,mas tudo bem, nada que outro não resolvesse, depois de um tempo ganhei outro e la vai o sorriso de orelha a orelha, aprendi a tomar cuidado , á se aprendi, mãmãe me ensinou muitas coisas depois disso, que quando eu fosse maior e tivesse meu proprio trabalho, saberia o que era cuidar e conservar coisas que você compra com seu proprio suor, e agora eu sei, e pode ter certeza que disso tenho muito orgulho, orgulho de ser quem minha mãe me tornou hoje, porque no final tudo sempre da certo não é ?
Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+