Busca avançada



Criar

História

Como se escrevesse as pescarias num papel

História de: Pedro Santarém Marturano
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 10/12/2010

Sinopse

Aqui Pedro nos conta a saga de sua família, principalmente de seu pai, Marturano, que foi um exímio pescador e contador de histórias, homem que marcou sua vida. Nos fala causos e os mais diversos aspectos da pescaria, sua maior herança e profissão, além de nos contar sobre sua infância, as brincadeiras e a história da Ilha Beija-Flor, municipio onde nasceu. Neste depoimento também vemos as histórias das "visagens"da região, como o boto-cor-de-rosa, e outros aspectos culturais, como o comércio, a juta, a caça de jacarés e as festas - que pouco frequentou Pedro. Ao fim de sua história, Pedro faz uma reflexão restrospectiva de sua vida, sua profissão, nos fala um pouco de sua relação com a Alcoa, e registra aqui os seus sonhos para o futuro.

Tags

História completa

Dessa época de infância, eu me lembro que, quando o pirarucu estava na desova, o papai não matava. Deixava desovar, criar os pirarucuzinhos. Só iam arpoar o peixe quando já estava com 15 centímetros, para os outros peixes predadores não mais o comerem. Era o acordo entre aquelas pessoas daquele tempo, para que os que vierem encontrem a mesma fartura.Mas, depois de ser pescador, as coisas começaram a mudar. Pescar é a palavra adquirir, buscar o peixe. É muito boa a palavra. O tempo que eu pesquei, eu achei bom. Mas por que eu acho bom pescar? É porque não tem outro jeito pra eu fazer. Se eu tivesse uma visão desde muito cedo, a pescaria seria pra mim um esporte. Hoje eu trabalho numa associação de 105 pessoas para produção de alimentos e criação. Essa oportunidade quem deu foi a empresa Alcoa, que chegou aqui em Juruti em 2007. Meu sonho é ter uma associação que atenda centenas ou milhões de pessoas com o nosso projeto de criação. Então as coisas começaram a mudar.

Leia o depoimento completo:
http://www.museudapessoa.org/pt/download/historia/44684 

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+