Busca avançada



Criar

História

Com a força da mãe

História de: Daiane Raposo de Oliveira
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 21/01/2013

Sinopse

Daiane sempre teve a sua mãe como exemplo de mulher. A força e persistência de quem batalhou para criá-la e nunca desistiu de ir além, de melhorar na vida. Porém, sabe que apesar dessa força ser um exemplo, não quer repetir a história materna, quer ter uma faculdade, trabalhar como jornalista, correr mundo entrevistando e crescer profissionalmente sempre. Para isso, foi atrás das suas conquistas, ainda muito nova já engajada em cursos e afazeres que a garantam nessa sua trajetória.

Tags

História completa

“Meu sonho é viajar o mundo sendo jornalista, entrevistando. Eu espero viajar o mundo fazendo isso. Sempre fui curiosa. Sempre procurei pelas coisas. Não tinha noção do mundo do trabalho que não fosse dos meus pais: minha mãe é doméstica, meu pai é confeiteiro. Não tinha muito gente da família que tinha faculdade. Isso eu não conheci. Eu quero repetir a força da minha mãe, mas não quero repetir a história da minha mãe. A minha mãe é perfeita pra mim. É maranhense e veio pro Rio de Janeiro aos 19 anos veio pra estudar, mas aqui ela não teve muita ajuda, muita influência pra que ela realizasse esse sonho. Então começou a trabalhar, conheceu meu pai, engravidou, e o sonho dos estudos meio que acabou. Agora ela está no ensino médio, concluindo. Eu sempre fui uma criança muito madura. Eu dava banho no meu irmão, botava roupinha, esquentava comida. O meu primeiro trabalho foi com 11 anos. Fui ajudar numa festa, a limpar, organizar. Até hoje eu faço essas festas, porque eu gosto de um dinheirinho extra. E o que eu fiz com esse primeiro dinheiro? Nessa primeira vez que eu trabalhei eu não estava muito afim de gastar comigo porque eu sabia que a minha mãe tava precisando pagar algumas coisas. Dei pra minha mãe e mesmo assim ela não gastou, ela guardou, e sempre que eu precisava de um dinheiro ela pegava e me dava. Foi na escola que eu fiquei sabendo do Com.Domínio Digital*. Eu queria terminar os estudos, começar a trabalhar e fazer faculdade, mas não sabia nem como fazer currículo. Eu ouvi falar sobre o curso “A gente dá capacitação”. Eu falei “É isso que eu tenho que fazer”. A gente aprendia muito na área de desenvolvimento social e pessoal, a se conhecer, trabalhar algumas coisas negativas, melhorar outras, entender contextos de relações de trabalho, como me dirigir ao meu chefe, como fazer uma entrevista. Eu sempre fui muito confiante em mim mesma, mas eu tinha medo de entregar currículo e ir pra uma entrevista, eu pensava: “Gente, como eu vou fazer? Como é isso?”, eu não tinha idéia do que fazer em uma entrevista. A minha primeira entrevista foi no centro da cidade e lá eu vi, comparando com as outras meninas, como eu já estava mais preparada. Tanto que me ligaram depois, mas aí eu já estava trabalhando até mesmo em outro lugar.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+