Busca avançada



Criar

História

Chegando a São Paulo

História de: Roseane Maria Camara
Autor: Rayssa Vitória
Publicado em: 13/11/2018

Sinopse

Roseane sempre trabalhou, desde muito novinha, e seu sonho era ser professora. Veio do nordeste para São Paulo, estranhou o clima frio e na escola estranharam o seu sotaque, mas ela não desistiu de estudar. Trabalhou de faxineira até que conseguiu realizar o maior sonho da sua vida. Foi educadora do C. C. A. Tijolinho e agora está como gerente.

Tags

História completa

Esse foi o bairro que conheci, então é daqui que eu gosto. Eu sempre mostro a primeira casa em que moramos: “Foi nessa que eu morei.” Já está diferente, não está mais como era, mas ainda está lá. Era uma casa que tinha claridade, o sol entrava... Era o que nos esquentava, pois, quando chegamos, não tínhamos roupa de frio. A gente ficava procurando o sol para se esquentar. Não tinha agasalho e ia para a escola de sandália, porque no Nordeste é quente. Eu vim com o sotaque de lá, falava “oxente”, “oxe”, quando a professora falava o nosso nome os meninos já riam. Quando falávamos presente, então... Todo mundo caía na risada. Eu ficava bastante envergonhada, mas não desisti de ir para escola... Desde que vim para cá até ir para a faculdade, porque eu tinha o sonho de ser professora.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+