Busca avançada



Criar

História

Brincar

História de: Simone Almeida de Oliveira
Autor: Simone Almeida de Oliveira
Publicado em: 29/04/2021

Sinopse

Diário de Simone Almeida de Oliveira, 17 de agosto de 2020. Jornada, dia 1.

Tags

História completa

Produto 1ª memória de mim quando me reconheço me reconheço criança eu te amo 6 anos 506 na cidade de miguel pereira onde a gente morava no rio de janeiro eu me lembro que eu ir pra escola não me lembro da escola mas me lembro que uma moça fátima ela me levava pra escola era uma moça muito bacana ela mencionou anda de bicicleta ela andava comigo eu podia ir pra rua quando eu tivesse comigo lembro que eu andava de bicicleta pelo quintal na calçada quero ir na venda do lado da casa compra refrigerante suco livro que na casa tinha um quintal bem grande uma garagem coberta que ficava na frente da casa e o quintal ilha é muito grande mas verificava a frente da casa muitas árvores encima na laje tinham eu não sei será na laje eu sei que tinha que subir uma escada itinho é um pedia mexa aquelas comícios amarelas que tem a cascar com bastante pelinho eu adorava ficar chupando aquellas cabeças era uma delicia o caroço da europa em grande marroa parece uma pedrinha eu gostaria de pular corda a casa não era grande a pequena mas o quintal era grande line go pereira a gente é muito na cachoeira meu pai levar a gente na cachoeira eu meu irmão e ele ficava brincando com a gente aqui lago celular nada me ser tão gostoso ver a queda d'água e fazer tanta palhaçada e a minha mãe ficava sentado nas pedras esperando a gente portuária e depois a gente vim embora uma vez achamos uma cobra no fundo da casa não sei que fim que deu procura mas eu lembro que ouvia coca aí meu pai cortar o carro dele eram no pala branco com a parte de cima tudo preta eu adorava tirar foto sentada segurando a chave daquele carrão fazer a cada pose eu era meio banguela a minha mãe que custava minhas roupas cada vez última roupa different foi na em miguel pereira que nasceu minha irmã eu lembro dela bebezinho eu não sei se foi o registo das fotos você foi a por para memória que 4º lembra muito daqui de quintal lembro da venda da calçada e da fatima não te esqueci o nome dela fátima moça bonita branca cabelo sempre precisa são as 1ªs memórias que eu tenho a eu lembro se foi meu pereira com em que cidade que foi que eu lembro q meu pai a guardar o carro na garagem a garantir ficava do lado da casa e aí ele vinha vindo cortar o carro eu meu irmão e a minha prima Eles me porreiro não é bem que me empurraram mais eu comi e machuquei o texto não sei em que cidade foi nem se foi na mesma casa eu só sei que foi eu tenho a cicatriz na sobrancelha até hoje diz minha mãe que não foi nesse momento que eu fizesse cicatriz mas eu só lembro desse momento

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+