Busca avançada



Criar

História

Baiana em qualquer idade

História de: Lilian
Autor: Lilian
Publicado em: 06/06/2021

Sinopse

Aos 56 anos, Olga Dianelli se juntou à Escola de Samba da Vai-Vai, por onde desfila na Ala das Baianas em todo carnaval desde 1980. A campineira nasceu no dia 6 de maio de 1924 e revela que seu deslumbramento pela Vai-Vai permanece inabalado, considerando participar dos desfiles uma distração incomparável.

Tags

História completa

P/13 – Qual o seu nome, data e local de nascimento?

R – Olga Dianelli, sou do ano de 1924. Data de aniversário dia 6 de maio.

P/3 – Que ano?

R – De 1924.

P/3 – O local que a senhora nasceu mesmo?

R – Em Campinas.

P/3 – Campinas?

R – É.

P/13 – A primeira lembrança que a senhora tem do carnaval, a senhora lembra? Sabe qual é?

R – Ah, lembro. Foi em 1980 que eu conheci a Vai-Vai.

P/13 – E a senhora já fazia parte da Ala das Baianas?

R – Já. Já fazia parte das Ala das Baianas.

P/13 – Muito bem. E a senhora lembra em que ano a senhora ingressou na Escola Vai-Vai?

R – Que ano?

P/13 – O ano que a senhora ingressou?

R – Que eu entrei? Que eu comecei?

P/13 – É. R – Foi em 1980.

P/13 – Em 1980.

R – Isso.

P/13 – E as funções das alas, pelo que a senhora passou... A senhora lembra? Ou sempre foi somente da Ala das Baianas?

R – Só foi somente a Ala das Baianas.

P/13 – Certo. E o que a senhora acha que a Escola Vai-Vai representa na sua vida? O que acrescentou além disso?

R – Nossa, a Escola [riso] de Samba do Vai-Vai [riso] para mim é maravilhosa. Não tem coisa melhor, é distração. É uma coisa maravilhosa mesmo.

P/14 – Que legal.

R – Não tenho nem como falar.

P/13 – Muito bem.

R – De tão gostoso mesmo.

P/13 – Tá.

P/3 – Dona Olga, explique para nós, o que é a Ala das Baianas?

R – O... __________.

P/3 – É.

R – Agora piorou. Não posso nem explicar.

P/3 – E qual a diferença da Ala das Baianas das outras alas?

R – Ah, tem diferença grande.

P/3 – E qual seria? A senhora lembra alguma coisa?

R – Ah, lembro. Porque, afinal das contas, quando a gente começou, assim, era uma coisa muito simples e daquela época pra cá melhorou bastante. Tá uma época muito maravilhosa pra nós que somos baianas de idade. Nossa, não tem divertimento melhor.

P/3 – Tá ok, dona Olga. Muito obrigada, viu?

P/13 – Obrigada.

R – [riso] Não sei se saí bem, né? Mas...

P/13 – Saiu.

 

-- FINAL DA ENTREVISTA –

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+