Busca avançada



Criar

História

As memórias da minha vida

História de: Maria do Socorro Ávila, mais conhecida como dona Socorro
Autor: Silvia Lima
Publicado em: 03/11/2019

Sinopse

Desde que mudou-se para Ribeirão Preto, dona Socorro, a estrela do nosso projeto, se apaixonou pela cidade mas não deixou de lado as boas lembranças e a vida que viveu no Ceará, na pequena cidade de Itapajé. E com brilho nos olhos, emoção na voz e alegria contagiante, essa personagem magnífica da nossa comunidade, nos conta com detalhes, as belas e emocionantes memórias das aventuras da sua vida.

Tags

História completa

 Dona Maria do Socorro Ávila, mais conhecida como Dona Socorro, nasceu na região nordeste, na cidade Itapajé, estado do Ceará.Mudou-se para a região sudeste, estado de São Paulo, quando ainda era adolescente e veio logo morar em Ribeirão Preto.

Quando era criança, morava na zona rural e adorava tudo o que tinha lá: árvores, animais, rios e brincava com os irmãos, com brinquedos e brincadeiras que pouco se ouve falar. O brinquedo que ela mais gostava era boneca. Como não tinha dinheiro para comprar, ela mesma fazia as bonecas e utilizava espigas de milho para confeccioná-las. Os cabelos das bonecas ficavam de cores diferentes, dependendo da época que o milho era colhido.

Ela também gostava de bonecas de bonecas de pano que fazia com a ajuda da mãe e da avó. Para fazer estas bonecas, utilizava retalhos e roupas velhas. Brincava com as irmãs mais novas e gostava de ajudar a cuidar dos animais.

A comida predileta dela é a tapioca, uma farinha feita de mandioca, rica em carboidratos e fibras. Dona Socorro gostava de plantar a mandioca e, com muito cuidado e carinho, observava o crescimento da planta. Quando colhida, a mandioca era ralada e depois transformada em tapioca. A farinha da tapioca, chamada também de goma de tapioca, era colocada em uma frigideira e quando endurecia, era recheada com doce de leite, goiabada, queijo ou geleias. Fazia também, uma mistura da tapioca com ovo que parecia pão de queijo.

Estudou até a quarta série, atual terceiro ano. Iniciou seus estudos com 13 anos de idade. A escola era bem longe, mas ela ia todos os duas e adorava os amigos que tinha lá. Sabe ler e fazer continhas, quando faz compras ou vende suas deliciosas receitas de tapioca. Hoje está solteira, mas já foi casada e tem três filhos, duas meninas e um menino. O filho é o mais novo, ainda é chamado carinhosamente de bebê.

Quando era adolescente, foi babá e cuidava de bebês com todo amor do mundo.Sempre gostou muito de crianças e trabalha com elas desde sempre.

Atualmente, trabalha em nossa escola cercada de crianças e cuidando delas com o carinho que sempre teve.

À querida Dona Socorro, o nosso agradecimento por participar tão alegremente do nosso projeto e compartilhar conosco a sua história de vida linda e rica em aprendizado.

Alunos do 4º ano B EMEF Prof.

Jarbas Massullo

Professora Silvia Lima

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+