Busca avançada



Criar

História

Angústias de uma futura comunicadora

História de: Laura Costa Leite
Autor: Laura Costa Leite
Publicado em: 25/04/2022

Tags

História completa

Eai pessoal! Meu nome é Laura Costa Leite, tenho 20 anos, sou nascida e criada em São Paulo no bairro da Mooca. Minha cor favorita é laranja, sou do signo de escorpião, amo tatuagens, desenhos animados, meus amigos e família. Sou a filha do meio de pais separados, e tenho um irmão mais novo de 9 anos que é filho do segundo casamento da minha mãe, e um mais velho de 24 anos, filho do primeiro casamento dela. Apesar disso minha família é bem pequena e eu inclusive nem tenho primos de 1º grau, pois o irmão do meu pai não tem filho nem a irmã da minha mãe. Também tenho 4 gatos e 1 cachorro e sou apaixonada por eles. Os nomes dos meus gatos são: Chico, Bernardo, Fumaça e Carniça e meu cachorro se chama Mini Tank em homenagem a uma pequena prancha de surf porque ele é um mini salsicha. Além da minha família tenho amigos muito importantes que levo comigo, e especificamente dois grupos que fazem parte da minha trajetória. O primeiro é um quinteto, somos em 4 meninas e 1 menino e nos conhecemos desde 2009. Moramos no mesmo condomínio e nosso vínculo é extremamente forte. O segundo grupo é na verdade um trio. Conheci uma delas em 2016 no colégio em que estudava e desde então nos tornamos inseparáveis. Alguns anos depois conhecemos a terceira integrante e de cara já nos identificamos com ela, realmente parece uma conexão de outra vida. Agradeço demais por ter essas pessoas pois são amizades de ouro. Na escola não era diferente, sempre tive muitos amigos e fui muito sociável, e isso atrapalhou minha vida acadêmica pois era considerada muito faladeira. Repeti um ano na escola e nunca fui muito dedicada, mas hoje na faculdade procuro mudar isso e tento dar o meu máximo (claro que nem todos os dias). Decidi seguir na área da comunicação e hoje faço o curso de Rádio, Tv e internet na faculdade Cásper Líbero, e cada dia mais tenho a sensação de que estou me encontrando neste meio. Sempre tive medo de não achar o meu “propósito na vida” e hoje procuro viver um dia de cada vez, sem me cobrar tanto porque a vida é uma só. Apenas quem viveu momentos dolorosos e obscuros sabe o prazer que é sentir essa sensação de paz, e perceber que a felicidade é muito mais atrativa do que os momentos ruins. Nas minhas duas décadas de vida eu sinto que ainda não vivi nada e ao mesmo tempo tenho a sensação de já ter passado por tudo, e esse estranho sentimento me motiva a querer continuar. Acho que essa é a parte excitante da vida, encontrar o que te impulsiona todos os dias. Espero que com esse breve resumo de quem eu sou você tenha conseguido entender uma parte de mim, ou até mesmo se identificar com as minhas sensações, afinal é isso que um comunicador deve fazer. Obrigada!
Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+