Busca avançada



Criar

História

A vida é uma peça de teatro

História de: Marciano Victor Biava
Autor: Marciano Victor Biava
Publicado em: 21/07/2020

Sinopse

Diário de Marciano Victor Biava, 18 de junho de 2020.

Tags

História completa

Minha quarentena foi dividida em dois períodos: metade meus pais e outra com meus amigos. Para mim, dois extremos. Tudo isso veio quando estava tudo se encaminhando bem na minha vida acadêmica, muitos projetos a serem seguidos e matérias a serem exploradas com muita vontade. No começo, resolvi mudar para a casa de meus amigos, o mais engraçado é que quando estávamos juntos o nosso maior desejo era que o tempo parasse: e ele realmente parou. Por 2 meses fiz coisas para mim: li livros, desenhei, escrevi poemas e me diverti. Aprendi a começar a gostar de coisas novas. Planejei muitos sonhos, metas e desejos futuros. Mas o maior de tudo: percebi o valor do tempo. Como sou uma pessoa hiperativa, é muito difícil eu estar sem fazer nada. Em um semestre inteiro sem evoluir, eu que meço minhas felicidades na minha evolução, nem um minuto poderia ser desperdiçado. O tempo está passando, e é uma das únicas coisas no mundo que não podemos fazê-lo parar. A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. Chaplin.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+