Busca avançada



Criar

História

A menina que sonhava ir à escola

História de: Elisete F. R. Gonçalves
Autor: Edilaine Corrêa Bompan
Publicado em: 11/11/2021

Sinopse

Essa é a história da Elisete, que quando menina gostava de escola e queria muito estudar. Formou-se como professora e hoje trabalha na Escola Municipal Mário Chorilli, na cidade de Piracicaba. É casada, tem dois filhos e um neto. Passou por momentos difíceis de saúde e hoje está recuperada, com a graça de Deus. É uma pessoa feliz e realizada.

Tags

História completa

Elisete morava com seus pais e dois irmãos e nessa época brincava muito e gostava de frequentar a igreja. Seus irmãos eram mais velhos e já frequentavam a escola, como ainda não tinha a idade permitida para frequentar por mais que quisesse, todos os dias chorava, pois sonhava em ir como os seus irmãos. Certo dia, ela ficou sabendo que a vizinha de seus avós, tinha uma filha com a mesma idade que a sua, porém já frequentava a escola, então Elisete perguntou para os seus pais, porque não poderia ir à escola também, sendo assim, sua mãe foi até a escola conversar com o diretor, pois queria ver Elisete feliz. Logo após a conversa o diretor autorizou e ela começou frequentar a escola. Elisete, era uma aluna exemplar. Certo dia, houve uma festa na escola em que ela estudava e neste evento teve a participação de alguns homens do exército. A professora escolheu Elisete para ler um discurso e após, o general ficou tão impressionado com aquele discurso, que presenteou a menina com um livro autografado, que guarda até hoje. Aos onze anos se mudou com a família para a cidade de Alumínio. Essa cidade, recebe este nome devido a uma fábrica de alumínio que tinha lá, demorou um tempo para ela se acostumar com o lugar. A menina cresceu e continuou frequentando a igreja, pois a sua família era muito religiosa e foi na igreja que conheceu o seu marido. Depois de casada se mudou para a cidade de Piracicaba, o seu marido conseguiu um emprego melhor, eles tiveram dois filhos uma menina e um menino e viviam felizes na cidade. Elisete iniciou o seu trabalho, como professora em Piracicaba. A primeira escola que ela trabalhou foi a E.M. Prof. Thales Castanho de Andrade, após um ano começou a trabalhar na escola E.M. Prof. Mário Chorilli e continua até hoje. Neste meio tempo foi diagnosticada com câncer de mama, foi um momento muito triste e muito difícil para ela. Foi necessário se ausentar por dois anos do seu trabalho, para realizar o tratamento, mas foi curada e sendo vitoriosa contra essa doença, retornou ao seu trabalho. Elisete é uma mulher guerreira e sempre incentiva muito as pessoas a correr atrás dos seus sonhos.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | atendimento@museudapessoa.org
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+